Rua Visconde de Quissamã 684, Centro, Macaé-RJ

De segunda à sexta de 09:00 às 19:00

(22) 2762-0286

Pênis Pequeno é Problema?

 

 

Homens e mulheres têm mais coisas em comum do que se pode imaginar. Ambos têm uma certa preocupação com o que pensa o próprio gênero. A motivação é a mesma: insegurança. Explico: No caso das mulheres, certamente você já escutou que elas se vestem para impressionar outras mulheres e não os homens. No caso dos homens, aquele momento chuveirada, após futebol, é sempre rodeado de preocupação, pela exposição natural da situação e por que não assumir, a comparação quanto ao tamanho. Afinal, pênis pequeno é problema?

Estudos mostram que, aproximadamente, 60% dos homens não estão satisfeitos com o tamanho do pênis. E o mais interessante é que essa insatisfação não se refere às suas parceiras ou performances sexuais e sim, ao que os outros homens vão achar de suas medidas penianas. Surpreendente, não é mesmo?

Ao contrário do antigo chavão “o tamanho não importa”, a medida do pênis pode ser importante sim, na cama – mas apenas para algumas mulheres. Essa antiga discussão tem uma resposta muito simples: depende do freguês (ou da freguesa!?). Há mulheres ou homens que, verdadeiramente, se importam com as medidas do seu parceiro. Obviamente, avaliar a performance sexual masculina, baseando-se apenas no tamanho, seria uma avaliação, no mínimo, simplista.

Parece simples, mas não é tanto assim. Basta fazermos levantamento do número dos homens que procuram os consultórios de urologia ou ainda quantos pesquisam sites que vendem produtos milagrosos. Assim, podemos ver o peso que carregam os homens que não estão satisfeitos com o tamanho do pênis.

Uma coisa que acho interessante é a quantidade de casais, muitas vezes juntos há anos, que o marido, mesmo contra a vontade da esposa, busca, a qualquer custo, um procedimento que aumente suas medidas. Já presenciei brigas nas quais esposas se mostravam chateadas com a insistência do parceiro nessa procura. É interessante lembrarmos que existem cirurgias com esse objetivo. No entanto, estão reservadas a casos extremos de micropênis, nos quais ocorre verdadeira impossibilidade de intercurso sexual. Nesses casos, os riscos oferecidos por essas cirurgias podem ser compensados pelos possíveis benefícios.

Se você pesquisar no Google a palavra pornografia, com certeza verá seguidas e múltiplas imagens de pênis. Quase todos os homens só veem pênis de outros homens nos sites de pornografia. Na maioria das vezes esquecem que aqueles pênis não são exatamente ‘normais’ em tamanho. Atores pornográficos, em geral, passam por algum tipo de seleção. Um homem com pênis normal talvez não seja escolhido para atuar, mesmo que tenha uma ótima performance sexual. Dessa maneira a indústria pornográfica acaba estabelecendo um padrão do que seria o pênis de tamanho desejável (e nem a medicina sabe qual é!!). Portanto, isso lembra um pouco o que as revistas femininas fazem ao criarem um padrão para o que seria um corpo de mulher desejável (que também ninguém sabe qual é).

 

TAMANHO DO PÊNIS É IMPORTANTE?

 

 

Acredita-se que um pênis grande pode, sim, ser considerado um dado positivo na sexualidade masculina, mas não o único. Pesquisadores descobriram que homens insatisfeitos com seus corpos têm menos experiências sexuais, se envolvem em menos tipos de atividades sexuais, se sentem menos atraentes e experimentam mais problemas sexuais do que aqueles que estão satisfeitos. Durante situações sexuais, aqueles com má imagem corporal também experimentam baixa auto-estima e maior ansiedade. Portanto, a discussão é complexa.

Dizer simplesmente que tamanho não importa, não me parece a resposta mais correta. Todos os homens que se sentem incomodados com o tamanho do pênis devem ser avaliados, orientados e, em alguns casos, tratados. Nos meus quase 30 anos de consultório de urologia nunca escutei uma mulher reclamar sobre as medidas de algum parceiro. Na verdade, só para terminar nossa conversa de hoje, queria dizer que, quando me perguntam se o tamanho do pênis é importante respondo que sim. No entanto, acredito, firmemente, que existem outros atributos e habilidades que importam tanto quanto.

Certa vez ouvi de uma jovem um pensamento muito interessante sobre essa eterna questão: “não fico preocupada se meu namorado é P, M ou G. Isso não tem importância! O que importa é que ele tenha meu ‘sabor’ preferido!” Que assim seja, mais prazer e menos preocupação.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top