Rua Visconde de Quissamã 684, Centro, Macaé-RJ

De segunda à sexta de 09:00 às 19:00

(22) 2762-0286

Cálculos Renais

Os Cálculos Renais podem acometer qualquer ponto do aparelho urinário constituído pelos rins, ureteres, bexiga urinária e uretra. Atinge aproximadamente 15% dos homens e 10% das mulheres em algum momento de suas vidas. No entanto, seu pico de incidência ocorre entre os 30 e 50 anos de idade.

Sintomas

Muitas vezes a doença é assintomática, e por isso, pode passar despercebida.
Os sintomas geralmente decorrem de uma obstrução da drenagem da urina, a partir da migração do cálculo com obstrução parcial ou completa do ureter. Nestes casos, os sintomas de cálculos renais podem incluir:

Uma dor persistente na parte inferior das costas - os homens podem ter dor em seus testículos e escroto, e as mulheres, nos lábios vaginais.
Períodos de dor intensa, em cólica, na região lombar ou no lado do abdome que pode durar por minutos ou horas
Náuseas e vômitos
Necessidade de urinar mais vezes do que o normal (polaciúria)
Dor ao urinar (disúria)
Sangue na urina (hematúria)

Causas da formação de cálculos:

A pessoa que tem cálculo renal, com certeza, apresenta também algum distúrbio metabólico que faz com que os cristais normalmente eliminados pela urina se precipitem e formem a pedra. Algumas são decorrentes:
→ Do excesso de solutos, como o ácido úrico ou oxalato de cálcio na urina
→ Da diminuição de ingestão hídrica, pois promove maior tempo de permanência das partículas de cristais no sistema urinário e não dilui adequadamente os componentes da urina
→ infecções urinárias de repetição,falta de Citrato ou de uma doença chamada cisteinúria

Diagnóstico:

É relativamente fácil fazer o diagnóstico da cólica renal clássica, a partir da história clínica, por causa da intensidade da dor.
Exames Subsidiários:
Podem ser divididos em:
Diagnóstico no Pronto Socorro - Nesse momento, além do diagnóstico rápido, o mais importante é o alívio da dor. Caso hajam dúvidas, deve-se realizar exames simples e baratos como a Urina I (Pesquisa de hematúria), Rx simples de abdome (identificação de calcificações no trajeto do ureter e intra-renal que sejam maiores que 2-3mm)
Investigação de Cálculo renal - Através da ultrassonografia de abdome (boa eficácia para cálculos maiores que 4mm, mas limitação para identificação de cálculos no ureter e em obesos), Tomografia computadorizada (é considerado o ‘’padrão ouro’’ para o diagnóstico, fornecendo informações para o tratamento como tamanho, posição e densidade, além de ter baixa exposição à radiação)
Exames complexos, na dúvida de diagnóstico e tratamento - Ressonância Magnética (usado em casos mais específicos como gestantes e pacientes com alergias aos contrastes iodados).

Tratamento:

O tipo de tratamento a ser escolhido dependerá do tamanho e da localização de suas pedras. A maioria das pedras nos rins, sejam elas menores que 4mm de diâmetro, são suficientes para serem eliminadas na urina. O tratamento pode ser dividido em 3 etapas:

*Tratamento da cólica renal: Em casos de dor intensa, após orientação médica, pode-se fazer o uso de analgésicos, anti-inflamatórios, anti- espasmódicos e anti-emético. Alguns casos em que não há melhora da dor com os tratamentos acima citados, deve ser feita a internação.
*Acompanhamento clínico ou extração: Se um cálculo é muito grande para que haja resolução espontânea, pode haver a necessidade de alguma forma para removê-la, incluindo:

Litotripsia extracorpórea por ondas de choque
Ureteronefrolitotripsia flexível
Nefrolitotomia percutânea
Cirurgia laparoscópica

Prevenção da formação de novos cálculos:

Inclui cuidados pessoais, como o aumento da ingestão de água para evitar-se a desidratação. Se a urina estiver com coloração amarela ou marrom, significa que a ingestão não está sendo suficiente. É importante destacar que, durante a manhã, a urina é geralmente da cor amarelo escuro pois contém um acúmulo de resíduos de produtos produzidos durante a noite pelo corpo.
Algumas bebidas, como chás, cafés e sucos de frutas podem ajudar, mas a água é a opção mais saudável e que deve, ainda, ser mais ingerida em dias quentes ou quando se pratica atividades físicas, para repor os líquidos perdidos por sudorese.

Top